Conheça os primeiros catálogos LeYa / Museu do Chiado
03 Dez 2010

A Leya e o MNAC – Museu do Chiado apresentaram em Dezembro os primeiros catálogos criados ao abrigo da parceria firmada em Maio de 2010 entre as duas instituições. «Arte portuguesa do século XIX – 1850–1910 - Colecção do MNAC – Museu do Chiado» e «Columbano», o catálogo da exposição homónima, são as duas primeiras edições impressas no seguimento do protocolo. Os dois livros foram apresentados por ocasião da inauguração da exposição "Columbano", no dia 2 de Dezembro, no MNAC – Museu do Chiado, em Lisboa.


Sobre os livros agora lançados
 

Arte portuguesa do Século XIX -  1850–1910 / Colecção do MNAC – Museu do Chiado

 

O novo projecto de catálogo da colecção do MNAC –Museu do Chiado, entusiasticamente acolhido pela Leya, foi estruturado em três volumes e a sua cronologia respeitou as alterações mais radicais ocorridas no âmbito das práticas artísticas durante este século e meio constituindo um indispensável guia para um conhecimento aprofundado da própria história da arte nacional de 1850 à actualidade. Este primeiro volume corresponde à segunda metade do século XIX, do advento romântico à ruptura modernista em 1911, período em que a colecção se revela como a mais representativa em Portugal. O magnífico design do catálogo foi projectado e realizado pelo colectivo barbara says.

 

Pedro Lapa - Coordenação Científica

 

Columbano


Columbano Bordalo Pinheiro, o maior pintor português do século XIX, é o artista que melhor expressa valores de modernidade, numa situação única na arte nacional. Apesar das ambiguidades do seu percurso, é testemunha atenta da sociedade portuguesa, ao longo de três gerações, inventariando os espíritos da intelectualidade nacional e as suas mais destacadas figuras, em retratos analíticos que revelam a sua realidade interior, extensível à pintura intimista e a uma inesperada pintura decorativa. A sua consagração como retratista e um privilegiado estatuto artístico reflectem-se na atribuição dos cargos de Direcção do Museu Nacional de Arte Contemporânea e de professor da Escola de Belas-Artes de Lisboa. Este catálogo pretende aprofundar o estudo da produção de Columbano a partir de 1900, através de uma diversidade de ensaios dos mais conceituados especialistas. O catálogo é da autoria do atelier de design barbara says.

Maria de Aires Silveira - Comissária


Sobre a parceria LeYa / MNAC

 

Firmada em Maio de 2010, a parceria entre a LeYa e o MNAC – Museu do Chiado visa aproveitar a experiência deste na área da edição em história da arte moderna e contemporânea aliando-a à experiência e dinâmica da LeYa, viabilizando uma mais ampla divulgação da investigação e da produção de conhecimento sobre a mais completa e representativa colecção estatal de arte portuguesa moderna e contemporânea, através da edição de publicações de referência, destinadas a diferentes segmentos de público, designadamente ao público infanto-juvenil.

Para além das edições que hoje se anunciam, o acordo firmado irá viabilizar a publicação de mais dois volumes do catálogo actualizado do Museu – estando o primeiro impresso -, já que a única edição realizada, e há muito esgotada, datava de 1994 e era temporalmente circunscrita a 1950, limite representativo da colecção àquela data, estando a saída do 3º volume prevista para Outubro de 2011, a acompanhar a exposição que encerra a celebração dos 100 anos do Museu. Está também programada a publicação do livro “O Meu Primeiro Museu”, destinada a um público mais jovem.

O acordo prevê igualmente um conjunto de monografias sobre núcleos autorais da colecção do MNAC-Museu do Chiado que acompanhará a edição de cada um dos 3 volumes do Catálogo do Museu, respectivamente e para o século XIX - Cristino da Silva, Lupi, Silva Porto, Marques de Oliveira, António Ramalho, Malhoa, Columbano, Soares dos Reis, Artur Loureiro; para o período entre 1900-1960 - António Carneiro, Amadeo, Eduardo Viana, Mário Eloy, Almada Negreiros, Canto da Maia, Pomar, Vespeira, Lemos, Lanhas, Lourdes Castro, Rodrigo, Vítor Palla, Jorge Vieira, Jorge Oliveira; finalmente, para as últimas três décadas do século XX e para o século XXI – Alberto Carneiro, Nadir Afonso, Paula Rego, J. Sarmento, Ângela Ferreira, João Pedro Croft, J. Ventura, A.A. Silva, Paiva e Gusmão, Tabarra, A. Estrela, J. Onofre.

Também nas áreas de distribuição e comercialização este protocolo representa um importante avanço, tendo em conta as possibilidades que abre de distribuição e comercialização dos títulos editados pelo  MNAC- Museu do Chiado, no universo de livrarias de todo país.

 
Rua Cidade de Córdova, 2 (mapa)
2610 - 038 - Alfragide
Portugal

Telefone: +351 21 427 22 00
Telefone de texto para surdos: +351 21 427 22 73
Fax: +351 21 427 22 01

© 2008 - Leya - Todos os direitos reservados | Política de privacidade