LeYa e Público lançam primeiros livros dos mestres do crime
11 Jan 2019

Lembra-se da primeira vez que Watson trabalhou com Sherlock Holmes? Ou que Hastings convidou Poirot para desvendar um mistério? O jornal “Público” e a LeYa vão editar, em parceria, a partir de 16 de janeiro, os primeiros livros dos grandes mestres do crime. Os livros da nova colecção, intitulada, justamente, "Mestres do Crime", poderão ser adquiridos em banca, e por mais 8,90 euros, em conjunto com aquele jornal diário, todas as quartas feiras. Autores como Agatha Christie, Georges Simenon ou Arthur Conan Doyle não podiam faltar nesta coleção de seis livros cujo formato também surpreenderá os leitores, já que são livros de lombada cozida à mão e sem corte a guilhotina, conferindo um aspeto de manuscrito, tal como terão sido entregues às editoras nos primórdios das carreiras de cada um destes mestres que ainda hoje são lidos por milhões de leitores em todo o mundo.

 

O primeiro livro da coleção, “Crime no Vicariato”, que foi também a primeira aparição de Miss Marple, de Agatha Christie, chega às bancas no dia 16 de janeiro. Seguem-se “O Caso das Garras de Veludo”, primeira aventura de Perry Mason, criado pelo escritor norte-americano Erle Stanley Gardner (23 de janeiro) e “Maigret & A Morte de M.Gallet”, com o qual o escritor belga Georges Simenon nos apresentou ao mundo o Inspector Maigret (30 de janeiro). O primeiro mistério desvendado por Hercule Poirot poderá ser descoberto em “O Misterioso Caso de Styles”, de Agatha Christie (6 de fevereiro), seguindo-se “Um Estudo em Vermelho”, de Sir Arthur Conan Doyle, primeiro caso deslindado por Sherlock Holmes (13 de fevereiro) e “Arsene Lupin, Ladrão de Casaca”, de Maurice Leblanc (20 de fevereiro), que encerra a colecção.


 
Rua Cidade de Córdova, 2 (mapa)
2610 - 038 - Alfragide
Portugal

Telefone: +351 21 427 22 00
Telefone de texto para surdos: +351 21 427 22 73
Fax: +351 21 427 22 01

© 2008 - Leya - Todos os direitos reservados | Política de privacidade | Livro de Reclamações